Alice ao avesso


Gênero: Teatro do Absurdo Adulto
Classificação: 12 anos

“Alice ao avesso” marca o agrupamento da Querida Companhia de Arte, fundada pelas atrizes Ana Cândida Cardoso e Paula Sá (“Till” e “Chovia, mas os ladrões não usavam guarda-chuvas”). Com adaptação e direção do ator, dramaturgo e jornalista Jefferson da Fonseca Coutinho, “Alice ao avesso” é peça livremente inspirada em textos do romancista e poeta britânico Lewis Carroll (1832-1898), autor, entre outros, de “Alice no país das maravilhas”.

O espetáculo “Alice ao avesso” apresenta uma tragicomédia de Alice em sua busca de uma saída do “País das Maravilhas”, mundo por ela criado a partir de seus medos, preferências, memórias, dúvidas e angústia. Uma aventura absurda de uma menina que tenta se descobrir.

Na montagem da Querida Companhia, Alice está numa festa à fantasia comandada pelo descolado DJ Gato. Sentidos afetados, ao encontrar um coelho misterioso a garota parte em busca de respostas para o seu estado de perturbação. Sem rumo caminho adentro, personagens estranhos tornam ainda mais confusa a trajetória de Alice na volta de si mesma. Meio teatro do absurdo, meio realismo fantástico, “Alice ao avesso” dá continuidade ao trabalho de pesquisa do trio – diretor e atrizes – em “Chovia, mas os ladrões não usavam guarda-chuvas”.

Adaptação e direção: Jefferson da Fonseca Coutinho
Produção: Querida Companhia de Arte
Cenário e projeto de luz: Criação coletiva
Figurino: Ana Cândida Cardoso
Maquiagem e objetos de cena: Mauro Gelmini
Trilha sonora: Wallison Reis
Fotografia: Adriana Porto
Vídeo: Antônio Mourão

Locais que o espetáculo foi apresentado, desde 2010: Sesi Holcim, João Ceschiatti (Palácio das Artes), Don Silvério, Sesc Palladium, Casa do Ator.
Interior: Itabira, Araxá, Juiz de Fora e Ipatinga